quarta-feira, 18 de março de 2009

Por que só o futebol?

Aposto que todos já escutaram alguma vez na vida alguém reclamando e questionando o motivo de o futebol conseguir investimentos milionários enquanto os outros esportes, não menos importantes, apenas lutam para sobreviver, por mais organizados, lindos e emocionantes que sejam. Para mim, na maioria das vezes, a resposta para esse caso é simples e objetiva: O Futebol oferece uma visibilidade que nenhum outro esporte é capaz de proporcionar e esse é o principal objetivo do patrocinador. Nós, como gestores esportivos, não podemos focar nossos projetos das modalidades "desfavorecidas" no oferecimento de visibilidade, criando uma ilusão tanto para nós quanto para quem está investindo. Temos que procurar outros caminhos, outras propriedades, outras formas de ativação que despertem o interesse do patrocinador. Acho uma miopia do universo esportivo exigir que a esgrima, o polo aquático, o judô, o karatê consigam patrocínios extraordinários, uma vez que não possuem "poder" para isso. Vejam bem, não estou dizendo que essas modalidades não sejam importantes, que não tenham a sua história, a sua filosofia, até mesmo porque sou apaixonado por esporte, e isso inclui todos, e não por futebol. Seria um sonho poder ver atletas de todas as modalidades recebendo as condições necessárias para um elevado nível de rendimento, realmente temos atletas brasileiros que fazem verdadeiros milagres diante de tanta precariedade, mas infelizmente isso não tem trazido resultados VISÍVEIS para os que buscam o esporte como negócio. Sejamos realistas.

4 comentários:

Esron disse...

Realmente o futebol é o esporte mais visto no mundo, mas o voleibol tb é muito importante

TELA DO ESPORTE disse...

Fala vizinho, sou de Maringá. Add meu blog aí pra trocarmos "figurinhas". Estou add o seu.

Abraços

http://www.nickjunior.blogspot.com/

TELA DO ESPORTE disse...

Desculpe, é http://www.teladoesporte.blogspot.com/

Abraços

Nico disse...

Muito bom o seu blog. Tenho um também, mas me falta o tempo necessário para escrever diariamente. Então, quando tenho um insigth, vou lá e pronto. Coloco na web. Enfim, sobre o assunto deste post tenho apenas algumas palavras sobre. Uma coisa leva a outra. Por exemplo, só vai haver interesse de investimento se houver um grande interesse público. É como mídia. Empresas anunciam em locais que têm maior visibilidade. O esporte como negócio é assim. O futebol gera isso por ser completo. Ele é movido por uma série de fatores que são facilmente identificados com o nosso dia a dia. Falo aqui do esporte e não dos jogadores. Na vida temos que ter garra, força de vontade, disputar espaço, vencer acima de tudo. No futebol é assim. Não que outras modalidades não necessitem disso. Mas esportes individuais não despertam, na minha ótica, esses instintos. Mas enfim, para não tornar o meu comentário longo, acredito que o esporte como negócio só funciona, porque o negócio do esporte (futebol) bem ou mal funciona. Em outros esportes é preciso muito treinamento e pouca prática, além de só poder ser assistido em pequenos espaços, como os ginásios. Imaginem um duelo de judô em um estádio de Futebol? Acredito que, por isso também, já não desperte tanto interesse de investidores.